Terça-feira, 16 de Janeiro de 2007
Vamos deixar de falar de política

 

     Vamos deixar de falar de política e de políticos é uma proposta para todos aqueles que acreditam no bom senso de algo que ao longo de muitos e muitos anos, já provou que não serve para nada mas sim para alguns servirem-se da nossa paciência .

          POLÍTICA : ciência ou arte de governar os povos ou nações --/-- negócios que interessam ao estado --/-- conjunto de princípios políticos --/-- esperteza, finura --/-- cerimónia, cortesia, civilidade.

          Esta é a definição que nos é dada pelo dicionário ou seja, inventaram uma definição para algo que verdadeiramente não tem definição mas perante o alheamento da maioria, criaram fundamentos para que a política fosse algo de objectivo.

          Ciência ou arte de governar os povos e nações, é segundo a minha maneira de ver, uma afronta não só à palavra ciência como aos verdadeiros cientistas pois o que dirão  eles cientistas, que passam anos a estudar algo de útil à sociedade quer no campo da medicina, indústria, agricultura, pescas, biotecnologia, etc., etc., e ao olharem para o lado deparam com alguém que querem por força não sei de quê, incluí-los também na ciência ou como ciência.

          Segue-se na definição a palavra arte de governar pois aqui entra o sector do teatro que os políticos como maus actores também vão desprezar a verdadeira arte praticada por gente honesta.

          Negócios que interessam ao estado: pois claro e só ao estado que é a minoria que exerce o cargo na política pois como se tem visto ao longo dos anos, realmente só tem interessado ao estado em que exercendo esta actividade encoberta pela palavra imunidade, só a eles tudo é permitido e acima de tudo os beneficia.

          Esperteza, finura : pois melhor definição não era possível já que neste campo da dita ciência da política, o que é preciso é ter esperteza e finura para ludibriar a realidade da maioria que de boca aberta, não de espanto, espera o pão de cada dia e o que vê, é eles, política conseguirem realizar os seus objectivos à custa dos sonhos dos outros.

          Cerimónia, cortesia , civilidade : é a máscara que é utilizada para parecer bem em determinadas alturas, quando a política precisa dos votos para se alcançar o poleiro que para uns é de 4 anos e para outros de 5 anos no mínimo.

          Depois desta definição que não fui eu que a dei, é altura de se ignorar a palavra política, por minha parte e daqui para a frente, vou ser um ser humano do planeta terra, vou acreditar naquilo que faço, não vou precisar que me digam que tenho que trabalhar mais e mais porque isso sempre o fiz vou sim seguir o que sempre idealizei ou seja .

      ... ... a minha terra é o curso e os ensinamentos que adquiri, a minha pátria é aquela que reconhece o meu valor e o meu trabalho.



publicado por aruangua às 22:54
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Um Abanão

O baile da Caravana ! ! !

Será que estamos em Portu...

A grande BANDALHICE

Tá Calado

Estamos tramados

Eu e tu

Vamos deixar de falar de ...

Vamos ser claros

arquivos

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds